Contra a violência: Juiz de Itabirito pede empenho de vereadores na implantação do Conselho da Mulher

por Comunicação da Câmara publicado 19/09/2018 17h50, última modificação 19/09/2018 18h01
Contra a violência: Juiz de Itabirito pede empenho de vereadores na implantação do Conselho da Mulher

Juiz (de terno preto) minutos antes de ele fazer uso da palavra na Tribuna. Foto: Assessoria de Comunicação da Câmara

.

O juiz de Itabirito, Antônio Francisco Gonçalves, esteve na Câmara de Itabirito (MG), nesta segunda-feira (17), pedindo aos vereadores empenho na implantação do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher. Tal situação se faz urgente na cidade uma vez que 70% dos processos que dão entrada no Fórum de Itabirito são de casos de violência contra mulheres. “Não tem um dia que eu não precise determinar uma medida protetiva”, disse o magistrado.

O juiz também entregou um abaixo-assinado com 984 assinaturas, feito por alunos de psicologia da Alis de Itabirito, durante a Semana (feira) de Desenvolvimento Econômico. O documento pede a criação do conselho.

.

A seguir, o que disseram os vereadores que fizeram uso da palavra durante a presença do juiz na Câmara.

Presidente Rodrigo do Porco (PSD)

.

“A Câmara não se furtará de suas obrigações”, disse o vereador presidente, referindo-se à organização de uma Audiência Pública em Itabirito para discutir o assunto “violência contra mulheres”.

.

A audiência discutirá também a criação do conselho. Tal conselho é importante porque é nele que há o debate para a implementação de políticas públicas para coibir a violência contra mulheres.

.

Léo do Social (PRP)

.

O vereador, que é psicólogo, disse que a violência contra a mulher tem a ver com o enfraquecimento da sociedade.

Ele afirmou que fica preocupado diante de tanta violência contra mulheres divulgada pela mídia.

Rose da Sáude (PHS)

A vereadora, que é assistente social, se colocou à disposição para discutir o assunto, e afirmou estar de “braços abertos” na luta contra a violência na qual as mulheres são vítimas.

Ricardo Oliveira (PPS)

Para o vereador, a situação de violência tem de ser repensada. “Coloco-me à disposição para discutir o assunto e fico feliz com o comprometimento do senhor (juiz) com a sociedade”, garantiu o vereador.

Rocha do PT

Para o vereador, é de extrema importância o debate sobre o assunto. “O que têm de ser pregadas são a tolerância e o amor”, acredita o edil.

“Se não existir política comprometida com a defesa da mulher, a gente fica sem caminho na sociedade. Isso porque o seio da família é a mulher”, completou Rocha, salientando que a porcentagem (71%) é assustadora.

Max Fortes (PSB)

.

Para o vereador, o tema é de grande importância para o município. Segundo ele, os dados trazidos pelo magistrado são de grande importância para na implementação de políticas públicas.

O vereador ainda trouxe dados relevantes sobre o assunto. Segundo Max, a cada 7,2 segundos, uma mulher é vítima de violência física no Brasil. Em 2013, treze mulheres por dia foram vítimas de feminicídio.

.

De acordo com Max, esses números representam uma parcela do problema, uma vez que muitas têm receio de denunciar a violência.

Renê Butekus (PSDB)

O vereador, que é bacharel em direito, perguntou o que poderia mudar para que as medidas protetivas em favor da mulher possam ser mais eficientes. Para o vereador, “tais medidas só funcionam no papel”.

.

O juiz respondeu que o descumprimento da medida protetiva é crime. Mas ele afirmou que, de fato, mesmo com essa decisão da Justiça, muitas mulheres se sentem inseguras.

O magistrado disse que não há lei que resolva o problema. “(Contudo) o que precisamos fazer é criar leis municipais de proteção e apoio à mulher. Não podemos esperar os governos estaduais e federal fazerem alguma coisa. Temos de trabalhar nas escolas, para que a criança aprenda desde o pré-primário, a respeitar a mulher. Por isso, o Judiciário de Itabirito está saindo do gabinete e vindo pedir o apoio da Casa Legislativa”, disse Antônio Francisco Gonçalves.

.

Arnaldo (MDB)

“É bom conversar com a Justiça. Principalmente, quando a Justiça sai do gabinete”, disse o vereador.

.

Para o edil, é preocupante o fato de 70% dos processos que entram no Tribunal de Justiça de Minas Gerais em Itabirito serem de violência contra mulher.

.

Fazendo coro com outros vereadores, para Arnaldo, boa parte dos casos de violência contra a mulher não é denunciado pela dependência financeira dela para com o parceiro.

.

Todavia, segundo o vereador, quando a mulher consegue sair da vida de sofrimento, ela diz: “hoje sou feliz”.

.

O edil garantiu estar sensibilizado com a causa da mulher em Itabirito.

.

Geraldo Mendanha (PSD)

O vereador acredita que a violência contra a mulher “não tem cara e nem sequer classe social”. “Isso acontece entre os mais ricos e os mais humildes”, disse.

.

O edil afirmou que o alerta de mobilização contra a violência deve ser levado para todos os homens da sociedade itabiritense.

Toninho da Associação (MDB)

.

O vereador disse que respeita em primeiro lugar a Deus e em segundo lugar à família. “A família é a célula maior da sociedade. É onde nasce o respeito”, acredita.

.

Toninho afirmou estar triste com os números apresentados pelo juiz. E sugeriu que as igrejas, seja católica ou evangélica, se empenhem na causa. “Todos nós queremos ser felizes. Então, por que complicar?”, questionou.

.

StevGapy
StevGapy disse:
25/01/2020 21h54
Viagra Ohne Rezept Review http://cialibuy.com - Buy Cialis Viagra Generico Espana Precio <a href=http://cialibuy.com>Cialis</a> 40 Mg Levitra Pills On Line For Sale
KelCoiC
KelCoiC disse:
26/01/2020 15h00
Canine Dosage Amoxicillin http://abcialisnews.com - Cialis Osu Acheter Baclofen <a href=http://abcialisnews.com>Cialis</a> Clomid Cuisine D Action
Lestilk
Lestilk disse:
18/02/2020 16h04
Lopressor http://buycialisuss.com - Buy Cialis The Pharmacy Shop Viagra <a href=http://buycialisuss.com>Cialis</a> Cout Levitra 10
StevGapy
StevGapy disse:
23/02/2020 08h26
Pictures Of Amoxicillin Hives http://viacialisns.com/# - Buy Cialis Zithromax Stomach Pain <a href=http://viacialisns.com/#>Cialis</a> Unterschied Viagra Cialis Levitra
Comentários foram desativados.