Câmara aprova compra de terrenos de R$ 3,7 mi por R$ 350 mil, e edil diz que servidores terão reajuste

por Comunicação da Câmara publicado 17/04/2018 18h10, última modificação 17/04/2018 18h23
Câmara aprova compra de terrenos de R$ 3,7 mi por R$ 350 mil, e edil diz que servidores terão reajuste

Mesa Diretora da Câmara de Itabirito. Foto: ACCI

.

A Câmara Municipal aprovou em redação final nesta segunda-feira (16), a compra, pela Prefeitura, de dois terrenos que pertencem à Caixa Econômica Federal, no bairro Nossa Senhora de Fátima, em Itabirito (Minas Gerais). Os terrenos: um de 21.000 metros quadrados e outro de 2.025 metros quadrados foram avaliados pelo Município por mais de R$ 3,7 milhões. Contudo, atualmente, as áreas não mais têm serventia para o banco. Por isso, a instituição financeira resolveu vendê-las à Prefeitura pelo valor total de R$ 350 mil, divididos em 24 parcelas, conforme propôs o Município.

.

O projeto foi aprovado por unanimidade em caráter de urgência. 

.

Esses terrenos ficam perto do ponto de ônibus no Jardim São Cristovão (nas proximidades do Parque Ecológico) e terminam perto do Campo do Esperança. Dentro de um deles, fora construído o Poliesportivo Pedro Cardoso.

.

Tal projeto, de número 12 de 9 de abril de 2018, é de autoria do Executivo.

.

Reajuste salarial para servidores da Prefeitura

.

Com base em informações que vieram do prefeito Alex Salvador (PSD), o vereador governista Arnaldo (MDB) disse que em 1º de Maio (Dia do Trabalhador), ou um pouco antes (segundo o próprio edil), os servidores municipais conhecerão qual reajuste salarial será concedido pela Prefeitura.

.

“Saberão também qual será o reajuste do cartão alimentação, e se o refeitório voltará a funcionar. Se bem que quando o refeitório fechou foi muito ‘mimimi’ e agora essa possível volta pode significar o retorno ao antigo horário de funcionamento da Prefeitura. E isso a maioria não quer”, disse ele. 

 

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.