Vereadores visitam fábrica Coca Cola FEMSA e conversam sobre mão de obra itabiritense na empresa.

por Assessoria de Comunicação publicado 22/05/2017 14h55, última modificação 26/05/2017 13h03

Na tarde desta quarta feira (17) os vereadores Max Fortes, Geraldo Mendanha, Renê Butekus, Leo do Social e Ricardo Oliveira deram sequencia a uma série de visitas às principais empresas instaladas no município. Segundo o vereador Max Fortes presidente da Comissão de Indústria e Comércio e autor do requerimento aprovado na Câmara que permite essas visitas, o objetivo é o de compreender a situação dessas empresas em relação ao quadro de mão de obra disponibilizados para a população de Itabirito. A empresa visitada na ocasião foi a Coca Cola FEMSA, instalada no município desde 2015.

Os representantes do legislativo do município foram recebidos pelas funcionárias Fernanda Faria e Renata Polatti, responsável pelos Assuntos Corporativos da empresa para quem Max explicou que dentre as principais empresas a serem visitadas, a Coca Cola é considerada uma das mais importantes devido a Lei que solicita que parte do quadro de trabalho da instituição seja preferencialmente - e não obrigatoriamente - destinado aos Itabiritenses, o vereador iniciou a conversa explicando o momento delicado que a cidade enfrenta atualmente "Entre dez pessoas que nos abordam, dez estão procurando emprego. Não é uma particularidade de Itabirito, mas nós fomos muito atingidos por sermos um município minerador, então além da crise no país, a nossa região foi muito impactada com a queda do minério, e também com o acidente ocorrido no município de Mariana (empresa Samarco)." De acordo com o vereador, é necessário por essas razões, que se faça apelo às empresas pela priorização da contratação da mão de obra itabiritense.

Questionada pelos vereadores Ricardo Oliveira, Max Fortes e Leo sobre os números totais de empregos ocupados por pessoas de Itabirito, Renata explicou que atualmente o momento da empresa em relação à geração de empregos é delicado "a questão do emprego hoje nós temos contratados cerca de 380 funcionários e quase 100 desses funcionários são de  Itabirito." Max reafirmou o fato de que existe a lei de que preferencialmente parte das vagas sejam ocupadas por pessoas do município e os vereadores questionaram se há razão para o número de contratados itabiritenses ser baixo, como a carência de mão de obra qualificada por exemplo, Renata afirmou que "hoje a gente tem sim uma dificuldade com relação a contratação de mão de obra técnica, tanto mecânica quanto elétrica e eletrônica. A dificuldade é de encontrar qualificação sim, principalmente nesses três quesitos."

Renata explanou também sobre a previsão de futuras contratações, "com relação à perspectiva de contratação de novas pessoas, a gente está passando por esse momento complicado em que o esforço é o de não demitir pessoas. Tivemos queda de mais ou menos 10% das vendas nos últimos anos e com isso a luta da empresa tem sido o de não demitir mais funcionários e manter o quadro atual." Sobre os fornecedores, Renata afirmou que a prioridade é a contratação de fornecedores de Itabirito, apesar de também encontrarem dificuldades nessas contratações devido ao fato de que alguns fornecedores aumentarem em grande quantidade o valor de seu serviços por se tratar da empresa Coca Cola.

De acordo com ela, o processo de contratação desses fornecedores segue uma série de normas e o cadastro deve ser feito através da área de compras da empresa, "hoje temos cerca de 50 a 60 fornecedores cadastrados que são de Itabirito e os fornecimentos são na maioria das vezes pontuais, para algum serviço específico. Hoje, há cerca também de 200 funcionários de empresas terceirizadas que são de Itabirito", explicou.  O vereador Geraldo Mendanha citou a visita feita à empresa Gerdau no início do mês em que foi sugerida uma "Rodada de Negócios" para a contratação de fornecedores, ação que os permitiria maior facilidade e acessibilidade em mostrar seus serviços para a empresa, o vereador sugeriu para que o mesmo seja feito pela Coca Cola FEMSA em parceria com a Adesita e o Sebrae.

Por fim, os vereadores foram apresentados à fabrica pela funcionária Fernanda Faria, na visita tiveram a possibilidade de conhecer a história da Coca Cola desde que foi criada, assim como seu funcionamento sustentável e suas instalações e linhas de produções. A empresa instalada em Itabirito é uma das mais novas e mais modernas e que visa melhor qualidade de produção dos produtos e maior sustentabilidade. Sobre os empregos destinados à população itabiritense, a previsão é que as vagas preferencialmente destinadas ao município solicitadas pela lei sejam alcançados no decorrer do período de maturação já que trata-se de uma empresa nova na cidade que ainda vai completar dois anos de funcionamento no município.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.